promoção do envento memórias de ciência

Factos e curiosidades…

O mês de julho destaca-se na história das políticas de ciência e tecnologia e do financiamento da investigação em Portugal. Foi o mês da criação da Junta Nacional de Investigação Científica e Tecnológica (JNICT), no ano de 1967, na dependência direta do Presidente do Conselho, e da criação da sua sucessora, a Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), em 1997, na tutela do Ministro da Ciência e Tecnologia.

Contas feitas, assinalam-se este ano duas datas especiais: os 50 anos da criação da JNICT e os 20 anos da criação da FCT.

As duas instituições são notórias na esfera da ciência em Portugal. Nos últimos 50 anos atribuíram milhares de financiamentos a unidades de investigação, projetos, formação avançada de recursos humanos e equipamento científico. Promoveram a realização de diversas atividades científicas e celebraram acordos de cooperação. Em traços largos, desenharam e executaram as políticas e estratégias científicas nacionais; atribuíram e geriram financiamentos para a investigação, desenvolvimento científico e tecnológico no país.

A partir dos arquivos das duas instituições, o ACT elaborou uma galeria com a imagem gráfica da JNICT e da FCT ao longo dos anos. Fique a conhecer, ou relembre, imagens de outros tempos.

 

Destaques

detalhe da capa do livro sobre a jnictLançamento de livro sobre a JNICT
No dia 12 de julho, no Centro Nacional de Cultura, será lançada a obra Da Organização da Ciência à Política Científica em Portugal (1910-1974). A emergência da Junta Nacional de Investigação Científica e Tecnológica. Da autoria de Tiago Brandão, o livro representa, nas palavras do professor Manuel Heitor que assina o prefácio, “um trabalho de inestimável valor e rigor histórico para valorizar a memória de um período ainda tão pouco estudado da história da política científica e tecnológica em Portugal”.

 

cartaz da conferência sobre acesso abertoConferência anual Acesso Aberto / Open Access
Estão abertas as inscrições para participação na conferência anual «Acesso Aberto/ Open Access: Novos conteúdos, novas relações, novos horizontes», que se irá realizar na Fundação Calouste Gulbenkian, a 16 de outubro deste ano. Profissionais de museus, bibliotecas, arquivos e outras instituições irão debater a democratização do acesso ao património e à cultura.

 

imagem do encontro no brasil sobre arquivos cientificos

VIII Encontro de Arquivos Científicos, no Rio de Janeiro
Tratamento de arquivos de ciência e tecnologia: organização e acesso é o tema principal do VIII Encontro de Arquivos Científicos que se realiza entre 12 e 14 de setembro no Rio de Janeiro, no Brasil. O evento é promovido pelo Museu de Astronomia e Ciências Afins e pela Fundação Casa de Rui Barbosa. Consulte o programa resumido aqui.

 

logotipo do instituto camõesArquivo Digital do Camões, I.P.
Foi lançado em linha o Arquivo Digital do Camões, I.P., que é composto pelos seguintes fundos: Arquivo do Instituto Camões, Arquivo da Cooperação Portuguesa, Arquivo dos Espoliados dos Antigos Territórios Ultramarinos, Arquivo Fernando Mouta. “Estruturar e preservar a memória institucional da administração pública” são alguns dos objetivos deste arquivo em linha.