Mário Barbosa

 

Fotografia Mário BarbosaPresidente da JNICT, entre 1992 e 1994.


 

Mário Adolfo Monteiro da Rocha Barbosa (Azurara, Vila do Conde, 1950) ingressou na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, licenciando-se em engenharia metalúrgica e biomateriais. Obtém o grau de doutoramento em engenharia pela Universidade de Leeds (Reino Unido), em 1980, com uma tese sobre o comportamento do aço inoxidável, «Passivation kinetics and pitting studies on Cr, Ni and 18Cr-10Ni stainless steel».

Professor catedrático da Universidade do Porto, na Faculdade de Engenharia e no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar, coordenador científico do grupo de investigação em novas terapias do Instituto Nacional de Engenharia Biomédica (INEB) de que foi co-fundador e presidente em ocasiões sucessivas, entre 2000 e 2006 e novamente entre 2010 e 2012, atualmente diretor do Programa doutoral em biotecnologia molecular e celular aplicada às ciências da saúde do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar, Mário Barbosa especializou-se na área da engenharia biomédica, nomeadamente no campo dos biomateriais, na pesquisa de materiais utilizáveis na medicina regenerativa, nos processos de reabilitação celular e de interações tecidulares e nanotecnologias.

Tomou posse como presidente da JNICT em setembro de 1992, tendo permanecido na presidência da instituição até fevereiro de 1994, data em que apresenta a sua demissão do cargo, regressando à carreira docente como fora sua vontade expressa. Ainda na qualidade de Presidente da JNICT tomou assento na Comissão nacional do Programa CIENCIA, bem como na Comissão Nacional do Programa europeu STRIDE – Science and Technology for Regional Innovation and Development -, tendo ainda sido designado delegado nacional ao Comité de política científica e tecnológica da OCDE.

Entre 2002 e 2005, regressa à já então criada FCT na qualidade de presidente do Conselho Científico das Ciências da Engenharia. Em 2001, foi galardoado com o «George Winter Award» da ESB – European Society for Biomaterials, e em 2009 recebeu um prémio de consagração de carreira «Seeds of Sciences Awards» («Ciência Hoje»).


 

Fontes:

Arquivo de Ciência e Tecnologia: Processo individual de Mário Adolfo Monteiro da Rocha Barbosa [PT/FCT/JNICT/DSGA-RPE-SP/001/0059/235].

Outubro de 2014