Carlos Salema

 

Fotografia Carlos SalemaPresidente da JNICT entre 1989 e 1992.


 

Carlos Eduardo Rego da Costa Salema (Ponta Delgada, 1942) ingressa no Instituto Superior Técnico (IST) em Lisboa para frequentar o curso de engenharia eletrotécnica que conclui em 1965, sendo então convidado para assistente do mesmo curso. Parte para Inglaterra onde frequenta o Queen Mary College da Universidade de Londres, realizando, em 1972, uma tese sobre radiações e transmissões intitulada «Theory and Design of Dielectric Cone Antennas», pela qual lhe será concedido o grau de doutor em ciências da engenharia, em 1973. Pela mesma época, é distinguido com um prémio do Institute of Electrical and Electronic Engineers (Londres), pela síntese que publica na revista «IEEE Proceedings», nº 7 de Julho de 1973.

Com uma agregação obtida em engenharia eletrotécnica em 1978, professor catedrático do Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores do Instituto Superior Técnico, entre 1979 e 2003, Carlos Salema desenvolveu trabalho de investigação no domínio das radiações electromagnéticas – em particular, das microondas e dos feixes hertzianos nas suas diversas aplicações à comunicação – que tem apresentado em artigos, conferências e diversas obras entre as quais podemos destacar, sob a chancela do Instituto Superior Técnico, «Feixes Hertzianos» (1998).

Foi nomeado presidente da JNICT, em 1989, sucedendo no cargo a Mariano Gago, tendo então assumido a orientação dos Programas CIENCIA e STRIDE. Sob a sua presidência, foi promovido o «Simpósio Internacional Política Científica e Tecnológica para os anos 90» (Lisboa, Março de 1991), em cujos trabalhos participou com a comunicação «Do Programa Integrado de Desenvolvimento científico e Tecnológico ao Programa CIENCIA».

Presidente do Instituto de Telecomunicações, presidente do Colégio de Engenharia Eletrotécnica da Ordem dos Engenheiros, em 2002, membro efetivo da mesma ordem, presidente do conselho executivo da Fundação para a Computação Científica Nacional, Carlos Salema é ainda membro correspondente da Academia das Ciências de Lisboa, membro do Conselho Geral da Universidade da Beira Interior, e membro da secção portuguesa, criada em 2005, do Capítulo Sociedade da Educação do IEEE, Institute of Electrical and Electronic Engineers.

Em 2002, foi agraciado com o título de Doutor Emérito conferido pela Universidade Técnica de Lisboa. Desde 2003 é Professor Catedrático Convidado e Membro do Conselho Científico da Faculdade de Engenharia da Universidade Católica Portuguesa.


 

Fontes:

Arquivo de Ciência e Tecnologia: Processo individual de Carlos Eduardo Rego da Costa Salema [PT/FCT/JNICT/DSGA-RPE-SP/001/0010/45].

Idem: Fundo JNICT – Simpósio Internacional «Política científica e tecnológica para os anos 90» [PT/FCT/JNICT/CFDCT/003/0017].

Outubro de 2014